sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Huayna Potosi -6088m Parte Final- Bolívia

O grande dia da Escalada!!

Para voltar a Parte 1 de Huayna Potosi Click Aqui!!
Para voltar a Parte 2 de Huayna Potosi Click Aqui!!

Para acessar todas as fotos desta viajem maluca acesse e curta a nossa Fanpage Fuui por ai!! .. !!

Finalmente chegou o grande dia!! Ansiedade a mil, muita disposição e Foco!!
Agora no diário de bordo você vai acompanhar comigo as alegrias, tristezas e os desafios superados lá nas alturas!!

Diário de Bordo

Depois de juntar todas minhas coisas chegou a hora de peregrinar do hostel até o ponto de encontro que fica na Calle Linares 1011 mais o menos 20 minutinho de caminhada matutina com o mochilão nas costas. Horário marcado para estar na agencia 7:30am

Chegando lá, você preenche os termos de compromisso de que tem condições físicas e psicológicas para fazer uma atividade como esta, e para os que não foram muito preparados, tem a oportunidade de alugar mochila cargueira, Headlamp (lâmpada para cabeça) ou sleepingbag (Saco de dormir). Lembrando que se você não levar mochila cargueira você terá que obrigatoriamente alugar ou comprar por lá, visto que cada um terá que transportar todos seus materiais de segurança e seus itens pessoais. 

Itens fornecidos pela Agencia Travel Tracks:
  • Guia experiente (1 guia para 2pessoas)
  • Alimentação (Café da Manhã, Almoço, Café da tarde, Jantar)
  • Equipamentos para Escalada (Capacete, Granpones, Piquetas)
  • Roupas para ataque ao cume (Jaquetas corta vento, Calça corta vento, Toca ninja de fleece, Botas especiais para neve, Luvas corta vento, Cadeirinha para ancoragem ao guia, Cordas.
  • Camisa de prêmio (Só ganha a camisa quem chega no topo) Ela é entregue no retorno a cidade de La paz direto na agência da foto abaixo.
Itens que você tem que levar se quiser sobreviver: 
  •  Duas blusas de Fleece para usar uma em cima da outra
  • Camisa dryfeet (Nunca usar "camisa com tecido da morte", ou seja camisa de algodão) Visto que ela não deixa o corpo respirar e o suor te faz congelar por dentro da roupa. 
  • Dois pares de meia para o dia do ataque ao cume (Não use apenas um, fica a dica) 
  • Óculos de Sol (Jamais vá onde tem neve sem óculos de sol) no meu relato vou dizer o que aconteceu comigo... rsrs
  • Filtro Solar 
  • Barrinhas de cereal para comer durante a escalada
  • 1 1/2 litros de água (se puder levar em duas garrafinhas de plástico é melhor, evite garrafinhas de alumínio, experiência própria... no relato vou dizer o que aconteceu comigo.. 
  • Saco de dormir (Sleepingbags)
  • Bota de trilha
  • Mochila Cargueira com capacidade mínima de 55Litros
 
fuui por ai
Fazendo o checklist final, na agencia, O baixinho que está amarrando o saco azul foi meu guia, um cara muito motivador, excelente guia, nome dele Roberio!!
Depois de tudo organizado,  chegou a hora de partir... chegando na van tive os primeiros contatos com meus amigos de escalada... 1 Francês, 2 Alemães, 1 Americano e desta vez eu sozinho representado o Brasil. 
travel tracks
Fazendo uma baguncinha na Van!!
Para minha surpresa, o Francês e os dois alemães falavam fluente o espanhol, apenas o americano não falava nada de espanhol e eu não falava quase nada de inglês... resumindo o idioma que prevalece foi o Espanhol uhuuull =)


Depois de aproximadamente 1 hora subindo de Van, chegamos no primeiro ponto turístico. O mirante da cidade de La Paz. 


la paz
Vista do Mirante de La Paz - Ao Fundo o Imponente Illimani com seus 6438m o Cartão postal da cidade e minha próxima montanha a escalar!!
Depois de 30 minutos para Fotos, seguimos viajem rumo ao nosso destino... e nos deparamos com cenários fantásticos como os das imagens a seguir, belíssimos espelhos d'água.



huayna potosi

E chegamos a um cemitério que brinquei dizendo que era um cemitério onde enterravam os alemães que não aguentavam chegar no topo... rsrs 

huayna potosi
Cemitério dos nativos da montanha
E depois de 2 horas de van, cortando por penhascos e estradas de cascalho, já era possível avistar nosso alvo.. O gigante Huayna Potosi e seu cume encoberto pelas nuvens!!

travel tracks
Huayna Potosi 6088m
Conforme ia chegando mais perto, a vontade de meter o pé na neve e subir correndo até o topo era muito grande... 

E depois de quase 3 horas chegamos a base da montanha, onde começamos a receber todos os materiais oferecidos pela Travel Tracks conforme já listado acima...
basecamp huayna potosi
Basecamp (Organizar material, almoçar e pé na estrada, quer dizer na neve rsrs)

Após organizar tudo batemos aquele rango, pra se prepara para algumas horas de caminhada...
 
Amoço regrado a arroz, carne de hambúrguer, molho a gosto (catchup, mostarda ou maionese), suco tipo TANG, banana e após a refeição tomamos um belo chá de COCA... 

De barriga cheia, mochilas reorganizadas é hora de por o pé na "estrada" neve. Mas antes de partir não poderíamos deixar de tirar uma fotinha =) e exatamente as 13:00 partimos rumo ao acampamento Alto!!

huayna potosi
Ultimo checklist antes de partir

Ao passo que íamos caminhando, o cenário rochoso começava a se misturar com o branco da neve e vegetações rasteiras... 


escalada huayna potosi




 Depois de aproximadamente 40 minutos o branco da neve foi crescendo de tal maneira que começou a tomar conta do cenário...

escalada ao huayna potosi 2013

Depois de aproximadamente 1 hora subindo começamos a ser surpreendidos por uma tempestade de neve dificultando ainda mais a visão e aumentando o cansaço. 




Finalmente chegamos ao "Pedágio da Montanha" Lugar onde se paga uma taxa de $10,00Bob para controle de quem sobe a montanha... Neste "Pedágio" preenchemos um livro com nossos dados principais como: Nacionalidade, nome completo, Número de identidade ou passaporte...
Devido a nevasca que cada vez ficava mas forte tivemos que ajudar a Sra que fica neste "posto de coleta" a colocar uma lona em cima deste refúgio de pedras para nos amparar da neve. 

livro de controle huayna potosi
"Pedágio da Montanha"

Depois de tudo preenchido é hora de enfrentar a nevasca e continuar a subida... Só que antes de colocar a mochila, porque não tirar mais uma fotinha?.. rsrs

E finalmente depois de 2 horas de subida chegamos ao acampamento Alto, e bota alto nisso!! Está localizado a 5130m... Este é nosso refúgio para passar a noite, jantar, tentar dormir e se preparar para o ataque ao cume na madrugada. 

Acampamento Alto

Logo na chegada, temos que preparar o lugar onde dormir, no caso estender o saco de dormir, tirar alguma roupa molhada e já descer pra fazer um lanche rápido e voltar pra tentar dormir... 


Depois do lanche em vez de ir dormir eu fui dar uma pequena espiada no tempo para ver se tinha melhorado, e para minha alegria o céu ja começara a abrir e as nuvens se dissipar, e assim me presentear com belíssimas paisagens... 



Esta foto abaixo é uma de minhas favoritas... Lá estava nosso maravilhoso banheiro, contrastando com as nuvens. E trazendo sofrimento para quem precisava se descolar até lá para fazer suas necessidades fisiológicas.. rsrs

huayna potosi
Banheiro do acampamento Alto
Agora chega de ficar babando com a natureza e simbora tentar dormir, e ja ir preparando o psicológico...
 

As 17:30 nos acordaram para o jantar... E quando abriram a porta do acampamento que entraram com o panelão de sopa de frango, meu estômago deu um nó só de sentir o cheiro...Dai comecei a sentir ânsias de vômito até que coloquei tudo pra fora (Dentro da minha sacolinha de emergência, sempre tenho em lugar de fácil acesso, afinal nunca se sabe quando vamos chamar o "Hugo").. la se foi tudo que tinha comido na refeição anterior... 

A partir daí meu psicológico começou a ficar abalado... e algumas duvidas começaram a sobrevir: Será que estou sofrendo do mal da altitude? Será que vou ter forças para aguentar chegar no topo? Eu não vim até aqui pra desistir agora!!


A partir deste fato, meus amigos já começaram a ficar tristes por achar que pra mim ali no acampamento alto já seria o fim da escalada... Mas resolvi comer alguns pedaços de pão, algumas bolachas com geléia e mais um chá de COCA pra ajudar na absorção de oxigênio e ajudar na digestão... 

E me trouxeram um prato com arroz e um pedaço de carne, onde belisquei um pouco e me contive ainda meio triste sem saber o que viria pela frente!! 

Depois do jantar não muito apetitoso, recebemos o aviso que todos devem estar de pé as 00:00am para fazer os preparativos e começar a escalada... Depois do aviso todos voltam para seus respectivos sleepingbags para tentar dormir... 

Eu disse tentar porque quando se está a mais de 5000m além de o vento ser sempre muito constante e não parava de fazer barulho, algumas pessoas que iam ao banheiro deixava a porta bater devido a força do vento, sem contar que ha uma falta redução na quantidade de oxigênio natural em lugares com mais de 3000m e como eu já estava a mais de 5000m.. então dormir ficou em segundo plano... A idéia era descansar o corpo e o estado psicológico, porque a mente não parava de trabalhar... 


fuuiporai

Quando o ponteiro marcou 00:05 todos são chamados para vestir os equipamentos e preparar a mochila para a cartada final... 
Quando eu desci para preparar minhas coisas, o guia ja veio preocupado perguntar como eu estava, qual meu estado físico e psicológico e talz... e eu disse com confiança: ESTOU ÓTIMO E PRONTO!! 

Embora não estivesse 100% eu estava decidido a tentar, e o guia me motivou a isso. Dizendo se não der, agente volta e não tem problema... e era isso que eu precisava ouvir... comi alguns pedaços de pão, guardei uns pedaços no bolso da jaqueta, dividi nos bolsos, balas e chocolates.. 

Com as gordices preparadas, comecei a vestir as jaquetas corta vento por cima de: 1 jaqueta Himalaia, 1 jaqueta de fleece, 1 camisa dry-fit) , luvas (2 pares) sendo uma de lã e a outra corta vento, Toca ninja de fleece, colocar capacetes, headlamps, cinto do tipo usado em rapel, Calça corta vento por cima de: 1 calça segunda pele e 1 calça de fleece.. Os Grampones colocamos do lado de fora do "refúgio". 

huayna potosi
Hora do ataque ao cume!!
 De grampones nos pés e com uma cara de quem não dormiu nada, e atrelado a mais duas pessoas e dois guias, começamos nossa jornada exatamente ás 01:23 da madrugada... 

Infelizmente eu não estava atrelado ao meu grupo de amigos do inicio...

E para minha surpresa depois de 1hora e 30min de caminhada paredão a cima, o rapaz da Nova Zelândia começou a sentir o "mal da altitude", sentia tontura, embrulho no estômago e começou a vomitar... e graças a isso ficamos 15minutos parados esperando pra ver se ele ia continuar ou ia desistir, eu estava em perfeitas condições mas já estava ficando bravo porque ja se passara 15 minutos no frio da madrugada e parado, esperando uma decisão...

Foi ai que eu começei a me irritar pressionei os guias dizendo: Mew ja faz 15 minutos que estamos parados aqui congelando, dá pra tomarem uma atitude rápida?? Foi ai que o guia pressionou o rapaz pra tomar uma decisão e ele desistiu, e para minha surpresa a garota que estava junto era namorada dele e ficou super irritada porque ela estava bem, e não queria desistir e ao mesmo tempo não queria ir sozinha... Resumindo ela também desistiu e o guia olhou pra mim com uma cara de: E você Brasileiro??? Vai desistir também???

Eu logo de cara disse: Estou ótimo e quero chegar no topo!! 
E eles com um sorriso disseram: É assim que se fala Brasileiro, vamos então que lá no topo está cheio de mulheres de biquini igual no Rio de Janeiro... kkkk e caimos na risada... 

Portanto, um guia voltou com o casal da Nova Zelândia e eu continuei com o guia baixinho, o Robério...

E para minha tristeza depois de 2 horas de escalada vem vindo em nosso encontro um guia com nosso amigo Americano, que assim como o Neozelandês não aguentou os desafios da montanha.

De passo a passo, fui vencendo aquele paredão de gelo, devido a ser muito íngreme minha panturrilha ja estava ficando bem cansada... e cada metro que subíamos era bem desgastante devido a falta de oxigênio que me fazia cansar ainda mais... Graças a Deus nos meus bolsos eu tinha um arsenal de guloseimas, entre elas meu pedaço de pão rico em carboidrato, as balinhas de goma, uvas passas e amendoim fizeram a porção mágica da força... Foi o que me deu energias para continuar, e depois de 3 horas de caminhada direto, eu pingava muito suor e ja acabara  com 1Litro de água... Assim sendo tive que administrar a outra garrafinha de metal que estava na mochila com mais um litro de água...

Quando eu falei para não levarem garrafinha de metal é para não acontecer o que aconteceu comigo... depois de 4 horas de escalada, metade da água da garrafinha de metal congelou!!! 

Mas vamos em frente, a base de uvas passas e amendoim....

Depois de 4 horas e 30min eu sentei e disse que ja estava no limite... Quando o Robério disse: "Meu amigo você vai conseguir, eu sei que vai"!! Falta bem pouquinho agora!! Mal sabia eu que ainda tinha mais 1hora de caminhada...

E de fato começou a chegar a parte final onde não poderíamos diminuir o passo porque estávamos em um paredão quase vertical, onde os que já estavam na frente poderiam rolar pedras para baixo e vir a nos atingir, então tínhamos que ser rápidos, e começamos a escalada no paredão vertical, fazendo da piqueta e dos grampones nossa principal ferramenta de sobrevivência.

Em fim, estávamos próximo da reta final, a CRISTA!! lugar onde tínhamos que andar em uma faixa de gelo onde só cabia um pé na frente do outro, e como era o topo da montanha o vento batia ainda mais forte... Assim sendo antes de iniciarmos ele olhou pra mim e perguntou se estava tudo bem, e como estava meu estado físico, porque agora qualquer descuido seria fatal!!...
Na foto dá pra ver bem nítido a força do vento na Crista!! É de fato surpreendente!!

crista huayna potosi
Crista para chegar na parte final (viemos por esta crista, momento tenso)

Respondi prontamente: Estou ótimo!! Vamos que o topo nos espera!!

E foi com essa empolgação que passamos por mais esse desafio, e finalmente chegamos ao topo onde pude encontrar meus amigos Alemães e o Francês, e eles se surpreenderam porque acharam que eu não ia aguentar mas pude mostrar pra eles que os Brasileiros não desistem NUNCA!!. 

fuuiporai
Morto, mas cheguei!!

Aí está as fotos do topo depois de 5 horas e 30minutos de escalada!!! Missão dada é Missão Cumprida!!!

cumbre huayna potosi
Galera quase toda reunida, faltando apenas o Americano.

Deste cume é possível avistar a Montanha Sajama, Cordilheira Real e o Incrível Lago Titicaca!!


topo huayna potosi

Ah ja ia esquecendo de falar sobre a temperatura, neste lugar estava apenas -25ºC para um Brasileiro não é nada confortável estar a 25 graus a baixo de zero... 

conquista

Sem dúvidas a vista é incrível e só saberá o verdadeiro prazer de estar ai, quem gosta de aventura e além de tudo desfrutar das maravilhosas criações de Jeová!!

Depois de curtir esta vista paradisíaca, chegou a hora de juntar forças para descer tudo que subimos, mas como diz o ditado: "Pra descer todo santo ajuda" então la vamos nóis!!

Descendo para o acampamento Alto

 E ao passo que íamos descendo, o sol ficava cada vez mais intenso, e como eu esqueci de colocar os óculos escuros logo assim que iniciou a descida, fiquei com a vista bem prejudicada devido ao grande reflexo do sol na neve...





 Aproveitamos a parada estratégica para pegar os óculos de sol, tomar uma água, bemmm gelada!! visto que a metade da garrafa era puro gelo...

bajando hasta el acampamento alto

Em fim chegamos ao acampamento Alto, e para minha surpresa o guia me disse algo que vai ficar gravado pra sempre, disse ele: "Parabéns, teve uma hora que eu achei que você não fosse aguentar mais, porque em cada 10 Brasileiros que tentam subir o Huayna Potosí, apenas 1 consegue chegar ao topo, devido ao desgaste físico e algumas vezes o desgaste psicológico!!

Sem dúvidas além do preparo físico que e indispensável, bons guias que sabem motivar ajuda muito, e sou de fato muito grato pela paciência e experiência do guia Robério e a alegria do guia Sibério e toda a equipe Travel Tracks está de parabéns!! 

Mas a aventura ainda não tinha terminado, depois de 2 horas e 30min de descida chegamos no acampamento Alto e pude rever os que tinham desistido, e rever os que chegaram ao topo e desceram primeiro, entre os que desceram primeiro estava o Casal de Chilenos super simpáticos, onde pudemos trocar experiências e bater um bom papo...

Depois de trocas de contatos de Facebook e emails, é hora de juntar o que restou, comer algo, tomar um quentíssimo chá de COCA, encher as garrafinhas com água de degelo e se preparar para a descida final até o acampamento base onde tudo começou....

E de fato a descida do acampamento alto até o acampamento base foi muito desafiador, visto que como não estávamos mais calçando a bota com os grampones devido ao grande número de rochas,, onde tinha gelo a bota normal de trekking escorregava, e com uma mochila cargueira carregada tornava a descida ainda mais arriscada... 

Finalmente depois de 1 hora e 30min chegamos ao acampamento base sem nenhum arranhão, dai foi só se despedir dos nativos, entrar na Van que já nos aguardava, e partir rumo a cidade de La Paz.

Chegando no centro da cidade de volta a agencia de onde você partiu, não deixe de retirar sua camisa... Mas lembre-se, só receberá a camisa quem chegou no topo!! 

Camisa prêmio para quem chega ao Topo!!
 E assim concluo este relato, espero que tenham gostado, e os que pretendem escalar uma alta montanha pela primeira vez, esteja abastecido com algumas informações!!

Até a próxima aventura!!!

Para voltar a Parte 1 de Huayna Potosi Click Aqui!!
Para voltar a Parte 2 de Huayna Potosi Click Aqui!!